Governo do Estado do Rio de Janeiro
SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA, PESCA E ABASTECIMENTO
AVISO!
Você está sendo redirecionado para fora do site do CEASA.
Deseja continuar ?
UNIDADES
A Centrais de Abastecimento do Estado do Rio de Janeiro CEASA-RJ é uma empresa vinculada à Secretaria de Estado de desenvolvimento regional, abastecimento e pesca. Conheça as unidades abaixo:
UNIDADE GRANDE RIO
É a segunda maior Central de Abastecimento da América Latina e opera junto à sede da empresa no subúrbio da cidade.
UNIDADE SÃO GONÇALO
Considerado o entreposto com maior potencial do Estado, a unidade cresce na mesma proporção que os municípios vizinhos.
UNIDADE REGIÃO SERRANA(NOVA FRIBURGO)
Inaugurado em 1977, absorve boa parte da produção dos Municípios de Nova Friburgo, Bom Jardim, Teresópolis, Sumidouro, etc.
UNIDADE MÉDIO PARAÍBA (PATY DO ALFERES)
Inaugurado em 1978, é um Mercado muito bem localizado em condições de atender aos Municípios que o cercam.
UNIDADE NORTE FLUMINENSE(SÃO JOSÉ DE UBA)
No município de São José de Ubá, o entreposto possui infraestrutura para atender Santo Antônio de Pádua, Cambuci, etc.
UNIDADE NOROESTE FLUMINENSE (ITAOCARA)
Inaugurada em 1982, possui infraestrutura para atender as cidades de Cardoso Moreira, São José de Ubá, Aperibe, etc.

IMPRENSA / notícias

Visita

Subsecretário de Desenvolvimento Rural da Seappa visita a CEASA-RJ

Publicado em:24.01.2020 - 13:23 Por:Elielton Gomes

A presidente da CEASA-RJ, Bianca de Carvalho, recebeu a visita do subsecretário de Desenvolvimento Rural da Seappa, Ramon Neves e Erick Witzel.

A visita teve como objetivo, conhecer as instalações do Banco de Alimentos, bem como sua estrutura. Além de conferir de perto, como o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), funciona na unidade.

Na oportunidade, o Diretor Técnico da CEASA-RJ, Carlos Quintanilha e o Chefe do Banco de Alimentos, Marcio Paulino, falaram como o programa funciona:

“Hoje o Banco de Alimentos funciona de duas formas: através de doações feitas por produtores e comerciantes do mercado e através do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) que consiste na compra da produção da agricultura familiar em todo o estado, com recursos disponibilizados através de convênio com o Ministério da Cidadania”.

Ramon Neves destacou a importância do Banco de Alimentos e da necessidade de fortalecê-lo:

“Além de combater o desperdício, o Banco de Alimentos é uma forte ferramenta de execução do PAA e tem uma grande importância para os agricultores familiares do estado. São duas linhas de atuação bem importantes e vamos trabalhar no fortalecimento do programa”.

Bianca de Carvalho comentou sobre a nova proposta de participação do Programa de Aquisição de Alimentos:

“A partir da 2º quinzena de fevereiro vamos executar a nova proposta do PAA. Serão R$ 2.000.000,00 (Dois milhões) disponibilizado através do convênio com o Ministério da Cidadania, para serem usados na compra de produtos da agricultura familiar e repassados para as instituições cadastradas no Banco de Alimentos”.

Tecnologia PRODERJ - Todos os direitos reservados
Esta obra é licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuio 2.0 Brasil